Toxidade e Limite de Tolerância


 

Aspectos Gerais da Toxicidade

A toxicidade de uma substância geralmente não é um fenômeno simples, linear. Vejamos o oxigênio, por exemplo:

A falta absoluta de oxigênio no ar é mortal ao organismo humano. A medida que aumenta sua concentração na atmosfera, as possibilidades de sobrevivência crescem, a partir de um certo momento cessa o perigo de vida e existem apenas sintomas de oxigenação deficiente. Ao continuar a subida da concentração, os níveis de oxigênio permitirão condições ótimas de metabolismo e, portante, de saúde. Este equilíbrio ocorre quando há 21% de oxigênio na atmosfera. Poderia se pensar que o aumento da concentração desse gás seria sempre favorável ao organismo mas isso está longe da realidade. Se o oxigênio continuasse a aumentar na atmosfera, teríamos desconfortos no princípio, depois lesões pulmonares que se traduziriam em hemorragias fatais quando a concentração de oxigênio chegasse a 100 %!

Limite de Tolerância

Limite de tolerância (LT, que muitas vezes aparece como TLV, do inglês: “treshold limit values”): é um conceito fundamental para o direito trabalhista. Através de estudos exaustivos, procurou-se estabelecer o limite compatível com a salubridade do ambiente em que vive o trabalhador, para as mais diversas substâncias . A nossa legislação usa valores para jornadas de 48 horas semanais. Portanto, se o LT for 39 ppm para um determinado poluente (caso do CO), isso significa que em nenhum momento aquela substância deve ultrapassar 39 ppm no ambiente em que operários atuam por 48 horas semanais. O LT pode ser expresso em ppm (uma parte de gás para um milhão de partes de ar) ou mg/ m³ (mg de gás por metro cúbico de ar).

Vejamos os valores do LT para os poluentes que mais interessam:

Monóxido de carbono 39 ppm 43 mg/m³
Monóxido de nitrogênio 20 ppm 23 mg/m³
Dióxido de nitrogênio 4 ppm 7 mg/m³
Dióxido de enxofre 4 ppm 10 mg/m³
Aldeído fórmico 1,6 ppm 2,3 mg/m³
Aldeído acético 78 ppm 140 mg/m³
Ozônio 0,08 ppm  
Material particulado   0,62 mg/m³
Chumbo   0,1 mg/m³

Notem-se os valores do ozônio e do aldeído acético: 0,08 ppm e 78 ppm, respectivamente. Portanto, a toxicidade dessas substâncias varia enormemente.

About these ads

4 responses to this post.

  1. Posted by Giorgi Batista de Oliveira on 27/06/2009 at 11:52 AM

    Gostaria de tirar uma duvida a respeito de insalubridade.
    Trabalho numa balança de pesagem de caminhões e os mesmos soltam uma fumaça desgraçada que chega a arder os olhos dentro da sala, isso poderia ser um motivo para o trabalho ser insalubre, pois no periodo da safra da cana-de-açucar chego a trabalhar 11 horas por dia, onde uma semana trabalho no periodo do dia e na outra no periodo da noite.
    Falamos com o tecnico de segurança e o mesmo só fala que vai trazer o engenheiro para fazer a medição e não traz.
    Passamos em media 8 meses na entrada e saida de açucar, então são 8 meses inalando os gases que saem dos escapamentos dos caminhões.

    Resposta

  2. Posted by Erivelton Luz on 30/06/2009 at 9:53 AM

    bom dia caro amigo

    essa duvida não precisa ser por um eng. do trabalho e sim por qualquer pessoal que tenha conhecimento na area.
    primeiro temos que definiro duas coisas.
    * trabalho insalubre é aquele prestado em condições que expõem o trabalhador a agentes nocivos à saúde, acima dos limites de tolerância conf. NR15
    * Ambiente insalubre pode ser aqueles que expõem o trabalhador mas não ultrapassa o limite de tolerancia ou por si só ou por EPI.

    mas sua resposta só pode vir do PPRA que seu ambiente de trabalho foi analisado e desse criterio sai um resultado me dizendo a concentração de particulas e tempo limite de exposição conforme NR15. aí pode-se definir seu ambiente de trabalho.

    Resposta

  3. Posted by Ubirajara Boechat Lopes on 05/08/2009 at 5:46 PM

    Qual o limite de tolerância para Material particulado sólidos (poeiras )em ambiente de trabalho

    Ubirajara

    Resposta

  4. Posted by Eliezer Silva on 11/11/2009 at 9:48 AM

    Qual o LT ou TLV para Carbono??

    Eliézer
    Tec Seg Trabalho

    Resposta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 272 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: